Sexta, 27 Mai 2022
Site em promoção

Câmara rejeita veto de Marcelo Oliveira e barra reajuste de 4,77% no IPTU

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

Os vereadores de Mauá derrubaram na sessão ordinária desta quinta-feira (18/02) o veto do prefeito Marcelo Oliveira (PT) ao projeto do IPTU (Imposto Predial e territorial Urbano) que tinha sofrido alterações na câmara por meio de emendas parlamentares.

Pela proposta original, um reajuste de 4.77% seria dado com base em índices inflacionários. Dos 23 vereadores, 14 fazem parte de um bloco batizado como G14 que articulou e impediu qualquer mudança nos carnês do Imposto Predial.

A votação obteve unanimidade dos votos dos parlamentares. O veto sequer foi acatado pela bancada governista.

“Fica, assim, garantida a vitória do povo mauaense que não terá nem aumento e nem reajuste no seu IPTU, em um ano particularmente difícil para todos”, informou nota oficial da Câmara emitida na noite desta quinta-feira.